Enem 2020: possíveis temas para redação

A redação do Enem vale 1000 pontos, motivo suficiente para que o candidato queira se preparar para mandar bem nesse quesito. Uma das preocupações dos estudantes está relacionada à proposta, que é revelada somente na hora da prova e, por isso mesmo, gera certa apreensão e ansiedade quanto ao que será abordado. 

Quem acompanha o histórico das provas aplicadas nos últimos anos sabe que é preciso dar atenção aos temas da atualidade, aqueles que costumam ser debatidos no país. 

Normalmente, as propostas giram em torno de questões recentes, de amplitude nacional. 

No último ano, o tema “Democratização do acesso ao cinema no Brasil” pegou muita gente de surpresa. 

Não foi considerado difícil, mas surpreendeu por tratar de algo bastante específico, como o cinema. 

No período em questão, houve comentários de que se poderia pensar em democratização do acesso à cultura, de um modo mais genérico, mas não ao cinema. 

É difícil afirmar com certeza qual será a proposta desse ano, mas professores e especialistas sempre fazem suas apostas, pautados em debates ocorridos no cenário brasileiro. Desse modo, fizemos uma pesquisa acerca das possibilidades mais comentadas na internet e selecionamos cinco propostas que podem aparecer na redação 2020. Vamos conferir?

Temas possíveis para a Redação do Enem 2020

1. Punição para quem pratica maus tratos contra os animais

O tema foi muito discutido durante o ano, especialmente depois que o presidente Jair Bolsonaro sancionou a Lei nº 1095/2019, que prevê pena de dois a cinco anos de prisão, além de multa e perda da guarda, para quem praticar atos de violência contra cães e gatos. 

A discussão ainda deve ser ampliada para animais silvestres, devido ao tráfico desses animais e às condições cruéis a que eles são submetidos. 

A Lei foi apelidada como “Lei Sansão”, em homenagem a um cão da raça pitbull que teve as duas pernas mutiladas, caso que ganhou repercussão nacional. 

2. Racismo estrutural no país

Processo histórico, o racismo, infelizmente, persiste na sociedade ainda hoje. 

No Brasil, isso não é diferente. Há uma estrutura social que tem como exemplo a Lei Áurea, de 1888, que, apesar de garantir a liberdade das pessoas escravizadas, não possibilitou a elas condições de moradia, emprego ou educação para que pudessem garantir certa estabilidade em suas vidas. 

Atualmente, vemos a população branca em posições privilegiadas nas empresas, nos tribunais, na Assembleia Legislativa, no Senado, em cargos públicos, o que não acontece com a população negra, que é maioria no país (54%). 

Em 2020, o movimento “Black lives matter” acabou ampliando a discussão acerca do racismo estrutural em todo o mundo. Foram expostos inúmeros casos de violência contra pessoas negras, inclusive no Brasil, o que chocou a população. Há possibilidade de um tema de redação que proponha formas de combate ao racismo no país. 

3. Evasão escolar em tempos de pandemia

Sabemos que o Brasil tem a terceira maior taxa de evasão escolar do mundo. Muitos dos jovens em situação de vulnerabilidade acabam desistindo da educação. 

São várias as causas de abandono da escola: limitações quanto ao acesso, necessidades especiais, gravidez, atividades ilegais, emprego, violência, pobreza, dificuldades de aprendizagem, qualidade da educação, entre outros. 

Com a pandemia, as taxas de evasão escolar aumentaram, em grande parte porque muitos dos estudantes não possuem estrutura para continuar seus estudos. 

Dentre os problemas estão falta de acesso à internet, falta de aparelhos eletrônicos, como computadores e celulares. 

4. Educação a distância em tempos de pandemia

A educação se tornou um desafio para alunos e professores durante essa crise mundial de saúde. 

Sem as aulas presenciais, começou uma discussão acerca do uso da tecnologia como parceira de estudos. A necessidade de implantar um ensino a distância de maneira tão brusca trouxe à tona uma série de debates acerca da desigualdade entre alunos, da falta de recursos de muitos e de como isso afetou o ensino e a aprendizagem. 

Sabemos que muitas crianças e jovens dependiam, inclusive, da merenda escolar para ter acesso a, pelo menos, uma refeição completa durante o dia. 

Diante dessa realidade, como esperar que todos tenham computadores, celulares ou mesmo internet para dar continuidade aos estudos? Uma proposta de redação pode se pautar em tais desafios enfrentados por alunos e docentes. 

5. Saúde mental: depressão e suicídio

Em 2020, um tema em grande evidência foi a saúde mental de brasileiros e brasileiras, especialmente relacionada às redes sociais. O cyberbullying, responsável, inclusive, por suicídios, entrou em pauta como um grande problema a ser combatido. 

O vício em celulares e outros aparelhos abriu uma discussão acerca da chamada dependência tecnológica, que pode causar sérios danos à saúde mental da população. 

Com a pandemia, o problema acabou ganhando destaque e revelando um aumento do número de casos de ansiedade, depressão e suicídio entre jovens. 

O documentário “O Dilema das Redes”, disponível no canal de streaming Netflix, explica tais questões e pode ser um importante aliado na hora de estudar para essa possível proposta de redação. 

Outras apostas…

Existem outras apostas de professores e especialistas, dentre as quais destacamos algumas relacionadas a seguir.

  • A importância do SUS para a saúde no Brasil
  • A necessidade do combate às fake news no país
  • As consequências do desmatamento 
  • O brasileiro e a obesidade
  • O acesso à informação na sociedade brasileira
  • O aumento dos índices de violência urbana no Brasil
  • A importância da educação financeira nas escolas brasileiras

Na hora de escrever…

É importante, na hora de produzir a redação, que o aluno considere as cinco competências exigidas pelo Enem. Relembramos cada uma delas a seguir. 

  • Competência 1: demonstrar domínio da modalidade escrita formal da Língua Portuguesa.
  • Competência 2: compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo em prosa.
  • Competência 3: selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.
  • Competência 4: demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.
  • Competência 5: elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos. 

Agora chegou a hora de praticar!

Estudar para a redação é pesquisar sobre as temáticas e claro, escrever sobre elas. Utilize a lista que trouxemos aqui como um guia dos principais temas que podem cair na redação do Enem 2020, pesquise sobre eles e escreva para entender se está preparado.

Para mais dicas para a prova de redação do Enem 2020, continue acompanhando o nosso blog!

Sobre o autor
Ole Educação

Ole Educação

A Olé é uma plataforma de tecnologia educacional que desenvolve projetos, baseados em comunicação, pesquisa, análise de dados e inteligência artificial. Somos formados pela a maior comunidade de edutubers (professores youtubers) do Brasil, com professores de renome que juntos contam com mais de 7 milhões de seguidores em suas plataformas digitais.

Posts Relacionados

Mostrar botões
Esconder botões