Oito dicas para você melhorar sua interpretação de texto para o Enem 2021

 Saber interpretar textos é uma das habilidades mais requisitadas no Enem. E, ao contrário do que muitos pensam, ela não é cobrada apenas em Língua Portuguesa. Tanto as questões objetivas quanto a prova de redação exigem a interpretação de textos longos e interdisciplinares. 

Sendo assim, é fundamental que os participantes, além de dominarem os conteúdos específicos de História, Geografia e Física, por exemplo, sejam capazes de compreender e interpretar textos.

Dada essa relevância, outra crença precisa ser desmistificada: interpretar não é o mesmo que simplesmente ler. 

Prova disso são os chamados analfabetos funcionais, aquelas pessoas que até conseguem identificar letras, números, palavras e sequências frasais, mas são incapazes de compreender as informações efetivamente. 

Interpretar textos é um processo trabalhoso, que pode e deve ser praticado. 

Por isso, separamos oito dicas para você melhorar sua interpretação e garantir um excelente desempenho no Enem 2021.  

1. Faça da leitura um hábito

Reserve um tempo para a leitura no seu dia a dia, nem que sejam 15 minutos. E ainda que, no início, tudo pareça chato ou que você não compreenda o que leu, não desista tão facilmente. 

Tenha persistência, acostume-se com a leitura, crie o hábito.

Além disso, você não precisa já de cara começar lendo um texto muito complexo. Comece pelo básico e leia, por exemplo, as principais notícias do dia, uma entrevista com o seu ídolo, ou uma reportagem sobre o último filme a que você assistiu.

Em seguida, descubra histórias que chamem sua atenção, como ficção científica, romance, suspense, etc. 

Aos poucos, procure ler publicações mais densas e de vocabulário apurado. Busque, também, variar os textos, passando por contos, crônicas, poemas, artigos de opinião, textos científicos, notícias, manuais, etc. 

A ideia, aqui, é que você aumente gradativamente seu nível de leitura e transite por diferentes gêneros textuais. 

Dessa forma, você ficará acostumado a identificar suas estruturas e características e, quando se deparar com eles no Enem, conseguirá interpretá-los com mais tranquilidade.

2. Consulte o dicionário

Durante uma leitura, é normal encontrarmos palavras cujo significado desconhecemos. Por esse motivo, tenha sempre um bom dicionário por perto. 

Isso não quer dizer que você deve interromper sua leitura a todo momento, até porque muitas palavras podem ser compreendidas pelo contexto. 

Contudo, se o vocábulo impedir completamente o seu entendimento, não deixe de recorrer ao dicionário. Essa prática certamente aumentará seu repertório.

3. Leia pausadamente e faça anotações

Sabemos que o tempo para resolução das questões no Enem é bastante apertado, e a tendência é você correr. 

Ler muito rapidamente, porém, não vai ajudar. Pelo contrário, vai impedir que você perceba uma série de aspectos fundamentais para a interpretação do texto.

Leia o texto com calma (de preferência duas vezes) e permita que seu cérebro assimile as informações. Sublinhe palavras-chave e faça anotações pontuais ao lado de cada parágrafo. Assim, ao resolver os exercícios, poderá voltar ao texto e visualizá-lo de forma mais objetiva. 

4. Resuma o que leu

Para ter certeza de que você interpretou o texto adequadamente, a dica é fazer resumos. Você pode começar fazendo breves explicações para si mesmo (em voz alta ou mentalmente). 

Em seguida, recorra à paráfrase, ou seja, com suas próprias palavras e mantendo a mesma ideia do texto original, construa um resumo do que acabou de ler. 

Ao final desse processo, você terá um apanhado geral, ou seja, uma síntese clara de tudo aquilo que compreendeu.

5.  Aprenda a ler textos multimodais

Os textos multimodais são aqueles que misturam linguagem verbal e não verbal ao mesmo tempo. Como exemplos, podemos citar gráficos, infográficos, tabelas, imagens, propagandas, charges, tiras e, inclusive, os famosos memes da internet.

No Enem, os textos multimodais aparecem com frequência e não podem ser deixados de lado, principalmente porque costumam trazer dados decisivos para a resolução das questões. 

Por isso, fique atento a todos os detalhes, como título, autor, ano e veículo de publicação, porcentagens, uso de cores, comparações, ironia, etc.

6. Entenda o funcionamento da língua

Entender a nossa língua é importante para o Enem como um todo, e não somente para a prova de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias. O domínio da norma culta nos ajuda a conhecer o funcionamento da língua, e isso é determinante até mesmo na hora de compreender a estrutura e interpretar textos das mais diversas áreas do conhecimento.

Sendo assim, mantenha em dia o estudo da gramática. 

Entenda, por exemplo, quais são as funções da linguagem; compreenda a diferença entre os sentidos denotativo e conotativo; domine os mecanismos linguísticos de coesão e coerência, os operadores argumentativos, entre outros.

7.  Tenha pensamento crítico

Utilize sua capacidade crítica, isto é, faça inferências, conclusões e deduções acerca do que leu. 

Nesse momento, é essencial extrapolar o texto, a fim de interpretar a sequência de ideias que estão implícitas nele, e não apenas o que está escrito explicitamente – como a maioria dos candidatos provavelmente fará. 

8.   Entenda o que pede cada questão

Não esqueça: no Enem, os enunciados também merecem ser interpretados, afinal, são eles que indicam o que você deve fazer. 

Nesse momento, portanto, é crucial que você siga a linha de raciocínio da questão para que consiga respondê-la de maneira assertiva. Confira alguns exemplos:

  •  Pode-se depreender/inferir/concluir do texto que…
  • O texto permite deduzir que…
  • É possível subentender a partir do texto que…
  • Qual a intenção do autor quando afirma que…

Preparado(a) para interpretar essa prova?

E aí, agora já dá para saber como você pode preparar melhor a sua capacidade de interpretação textual, não é?

Continue acompanhando os conteúdos da Olé para mais informações e dicas sobre o Exame Nacional do Ensino Médio e outras provas.

Sobre o autor
Ole Educação

Ole Educação

A Olé é uma plataforma de tecnologia educacional que desenvolve projetos, baseados em comunicação, pesquisa, análise de dados e inteligência artificial. Somos formados pela a maior comunidade de edutubers (professores youtubers) do Brasil, com professores de renome que juntos contam com mais de 7 milhões de seguidores em suas plataformas digitais.

Posts Relacionados

Mostrar botões
Esconder botões